Nirvana

Nirvana foi uma banda de Grunge fundada no ano de 1987 em Aberdeen, Washington. A sua música foi inspirada no Punk Rock, no Rock Alternativo, no Hard Rock e foi chamada Grunge pela imprensa e meios de comunicação da época. O grupo se desfez em 1994 com a morte de seu líder e vocalista, Kurt Cobain. Muitos críticos e historiadores aclamam a banda como sendo a mais representativa da década de 90.

O Nirvana vendeu mais de 50 milhões de álbuns no mundo todo.

Em 1984, Kurt Cobain fortalece a amizade com um rapaz muito alto chamado Krist Anthony Novoselic. Os dois se conheciam de vista da escola e de ensaios dos Melvins (banda muito conhecida no cenário local). Mas começam a se entrosar quando tocam juntos em alguns ensaios sem compromisso. Mesmo assim, Novoselic não se empolgou imensamente com a idéia de participar de uma banda com Kurt.

Em maio de 1985, Kurt abandona a escola um mês antes de se formar. Em dezembro, Kurt finalmente leva em frente sua primeira banda e lhe dá o nome de Fecal Matter. Tocam com ele Dale Crover no baixo e Greg Hokanson na bateria. A primeira fita do Fecal Matter é registrada ainda naquele mês. Kurt e Crover viajam de Aberdeen a Seattle para usar o gravador de quatro canais de Mari, tia de Kurt. A banda iniciante também faz um pequeno show em Aberdeen, abrindo para os Melvins.

Em 1986, o Fecal Matter se desintegrava. Kurt continua brincando de rock em jams com vários colegas. Novoselic passa a ser um companheiro mais freqüente de ensaios, tocando seu baixo. O primeiro nome da banda é Stiff Woodies. Depois, para ganhar uns trocados em bares, eles atuam com o nome de The Sellouts, fazendo covers de Creedence Clearwater Revival. Kurt toca bateria, Novoselic toca guitarra e canta, e um certo Steve Newman assume o baixo.

Em janeiro de 1987, Aaron Burckhardt passa a ser o baterista fixo do trio que seguirá mudando de nome até 1988: Skid Row, Bliss, Throat Oyster, Pen Cap Chew e Windowpane. Em 17 de abril, com o nome de Skid Row, o trio toca ao vivo na rádio comunitária KAOS, na Evergreen State College, em Olympia. A apresentação se transforma na primeira fita demo da banda. Em outubro, Aaron sai da banda, que passa a ensaiar com Dale Crover, que integrava os Melvins. É uma solução breve, apenas para a gravação de uma fita demo decente em um verdadeiro estúdio. Em setembro, Kurt começa seu primeiro namoro firme com Tracy Marander. Ele vai morar com ela. De paixão, iam bem. Mas a falta de asseio e a ociosidade de Kurt começam a criar atritos.

Em 23 de janeiro de 1988, Cobain, Novoselic e Crover gravam no Reciprocal Studios, em Seattle, com o produtor Jack Endino, que abriu o local em 1986. O trio sem nome definido grava dez músicas em seis horas. Naquela noite, a banda se apresentaria com o nome de Ted Ed Fred em Tacoma, cidade vizinha. Em Fevereiro, Jonathan Poneman, da Sub Pop, ouve a fita demo depois de um toque de Jack Endino e gosta. Marca uma conversa com Kurt Cobain em um café em Seattle. Os dois acertam a gravação de um compacto. Em março, a banda escolhe seu nome definitivo, Nirvana, que é usado pela primeira vez num show em Tacoma, com Dave Foster na bateria. Ele logo seria dispensado. Em maio, Chad Channing assume o posto de baterista definitivo. Em junho, o Nirvana grava músicas para seu primeiro compacto pela Sub Pop. “Love Buzz/Big Cheese” saiu em novembro.

O interesse por um álbum crescia, não só na banda, mas também nos funcionários da Sub Pop. As sessões finais de gravação para o disco de estréia da banda aconteceram em dezembro de 1988. Em fevereiro de 1989, Jason Everman é escalado como segundo guitarrista da banda e faz sua estréia em um show na Universidade de Washington. Amigo de Chad Channing, Everman emprestou 600 dólares para pagar o tempo de estúdio das gravações de Bleach – a título de curiosidade, Jason nunca chegou a ser reembolsado. Embora não tocasse no disco, seu nome foi impresso na capa como membro da banda e segundo guitarrista. Em 15 de junho, o trabalho é finalmente lançado pela Sub Pop.

Com o lançamento de Bleach, a banda realiza a sua primeira turnê pelos Estados Unidos – toca em cidades como Chicago, Filadélfia, Cincinnati, Nova York, e faz o último concerto da excursão em Denver, em 11 de Outubro. Durante a turnê, em Agosto, grava duas novas canções para seu EP Blew no Music Source Studios, em Seattle, com o produtor Steve Fisk. Naquela época, Jason Everman foi dispensado da banda.

De outubro a dezembro, o grupo voa em direção à Europa e faz a primeira turnê européia, junto com a banda Tad, também da Sub Pop. O interesse do continente pelo som de Seattle foi tanto, que antes mesmo do Nirvana lançar seu primeiro álbum, a Sub Pop lançava a coletânea Sub Pop 200, em dezembro de 1988, que contava com gravações das principais bandas do selo independente. O Nirvana contribuiu com a faixa “Spank Thru”. Sub Pop 200 lançou o rótulo grunge e atraiu a atenção da imprensa musical britânica, que tratou de espalhar para o resto do mundo que uma cidade chuvosa dos Estados Unidos era a nova “salvação” do rock. Naquela turnê, o Nirvana tocou em lugares importantes como Alemanha, Holanda, Áustria, Suíça, Reino Unido, França e Itália. Ainda em dezembro, finalmente o EP Blew sai no Reino Unido pela gravadora Tupelo. Ao regressar para os EUA, Krist Novoselic se casa no dia 30 com Shelli, sua namorada desde março de 1985.

1990 chega e muita coisa foi feita naquele ano. Nos dias 02 e 03 de janeiro, a banda entra nos Reciprocal Studios com Jack Endino para gravar e mixar apenas uma música: “Sappy'”. A gravação nunca foi lançada oficialmente – ela só seria refeita em 1993 e lançada como faixa secreta na coletânea de vários artistas No Alternative, sob o título mais conhecido de “Verse, Chorus, Verse”.

De 02 a 06 de abril de 1990, a banda grava com o produtor Butch Vig nos Smart Studios em Madison, Wisconsin. Pelos planos, seria o começo do segundo álbum da banda para a Sub Pop. Quem indicou Vig e seu estúdio foi um dos donos da Sub Pop, Jonathan Poneman. Ainda em abril, Kurt e Tracy terminam o namoro. De maio a novembro, Kurt namora Tobi Vail, da banda Bikini Kill, após um ano de amizade. Ainda em maio, Chad Channing é dispensado da banda. Insatisfação e falta de empolgação por parte do baterista se juntaram à falta de pegada que os outros dois vinham sentindo.

Em 11 de julho, com a ajuda de Dan Peters, baterista do Mudhoney, a banda grava “Sliver” em um intervalo da banda Tad, nos Reciprocal Studios. Em menos de uma hora, o Nirvana liga seus instrumentos nos amplificadores do Tad, passa a música duas vezes, desliga tudo e libera o estúdio, antes da volta da outra banda. Cobain gravaria os vocais no dia 24 de julho.

De julho a setembro, Kurt e Novoselic estavam tão insatisfeitos com a falta de atenção e os métodos pouco cuidados da Sub Pop que enviam a fita demo feita em abril para várias gravadoras grandes. Muitas demonstram interesse, e a banda passa a estudar propostas.

Em setembro, o baterista David Eric Grohl fica sem banda com o fim do Scream, um grupo de hardcore punk baseado em Washington D.C., a capital dos EUA, do qual fazia parte. Como Cobain e Novoselic já tinham arregalado os olhos com Grohl em um show do Scream e conversado com ele, nada mais adequado que ele fizesse um “teste” para a vaga aberta. Grohl passa com louvor – com tanto louvor, que Cobain comenta com Novoselic que haviam acabado de encontrar “o melhor baterista do mundo”.

Um novo compacto – “Sliver / Dive” é lançado em Setembro pela Sub Pop. Em 11 de outubro, Dave Grohl realiza seu primeiro show com o Nirvana, no Noth Shore Surf Club, em Olympia, Washington. Naquele ano e até aquele concerto, a banda havia realizado cerca de trinta espectáculos pelos EUA. O dia 20 marca o retorno da banda à Europa para a realização de mais cinco shows, todos no Reino Unido. Chegando à Londres, a banda faz nova sessão para o programa do famoso radialista John Peel. O último concerto realizado no Reino Unido foi dia 27 de Outubro. Em Novembro, a banda já estava de volta à Seattle e assina contrato para ser empresariada pela firma Gold Mountain, que também administra a carreira do Sonic Youth e de outras grandes bandas mais comerciais.

1991 chega para entrar definitivamente na história da música como início de uma nova era do rock and roll. Em Janeiro, Kurt faz os primeiros esboços de sua canção mais famosa, “Smells Like Teen Spirit”, que é tocada pela primeira vez em 17 de Abril em um concerto no OK Hotel, em Seattle.

Em 30 de Abril, após meses de negociação, a banda por fim assina contrato com o selo DGC, da gravadora Geffen, e recebe um adiantamento de 290 mil dólares. A Sub Pop leva uma indenização de 75 mil e garante para si uma pequena percentagem sobre as vendas dos dois primeiros álbuns dos Nirvana pela Geffen.

Entre Maio e Junho, a banda grava o segundo álbum de sua carreira (e o primeiro por uma gravadora grande), Nevermind. As sessões são nos Sound City Studios, em Van Nuys, Califórnia. O produtor é Butch Vig, baterista da banda Garbage, e o mesmo produtor das gravações feitas em Abril de 1990, que seriam para a Sub Pop. A mixagem final do disco fica com Andy Wallace. Apenas a faixa “Polly” não foi gravada nos Sound City Studios – foi gravada naquele Abril de 1990 no Smart Studios, em Wisconsin.

Entre Agosto e Setembro, a banda viaja novamente para a Europa para a realização de uma nova turnê européia abrindo para o Sonic Youth, e participa até do Reading Festival. Em 3 de Setembro, mais uma sessão é gravada no programa do radialista John Peel. No dia 10 do mesmo mês, o single de “Smells Like Teen Spirit” é lançado. E finalmente no dia 24, sai Nevermind, com primeira prensagem de 50 mil cópias.

Em 12 de Outubro, o vocalista Kurt Cobain e Courtney Love iniciam uma relação amorosa, após um show do Nirvana em Chicago. Ainda em Outubro, depois de um mês de lançamento, Nevermind chega a 500 mil cópias vendidas (um número que a Geffen previa atingir, com muita sorte, em um ano ou até mais) e alcançara a marca de disco de ouro (de acordo com os padrões da indústria musical dos Estados Unidos). Notando um aumento de pedidos, a emissora musical MTV decide exibir com maior frequência o clipe de “Smells Like Teen Spirit” ao longo de cada dia.

Em Novembro, após cinco meses subindo, Nevermind se coloca entre os dez primeiros na parada de álbuns da revista Billboard. Em 16 de novembro, é o nono. Na semana seguinte, pula para quarto lugar. Em dois meses nas lojas, o álbum chega a 1,2 milhões de cópias vendidas. De Novembro a Dezembro, mais uma turnê europeia é realizada.

Em 11 de Janeiro de 1992, depois do impulso das vendas de Natal, Nevermind conseguiu tirar Dangerous, do Michael Jackson, do topo das paradas. Após pouco mais de três meses, o álbum vendeu duas milhões de cópias (o equivalente a dois discos de platina). No mesmo dia em que tem a confirmação de que chegou ao topo dos tops, o Nirvana se apresenta ao vivo no mais famoso programa humorístico da TV norte-americana, o Saturday Night Live.

Em Março, Kurt exige renegociação da divisão de direitos autorais, alegando que compõe quase tudo de cada música da banda. Os outros membros do grupo ficam bastante contrariados e ressentidos e a banda fica bem perto de acabar. Mas o novo acordo acaba saindo. O que era dividido em três partes iguais passa a ser fracionado em 90% para Cobain e os 10% restantes para os outros dois.

Na primeira quinzena de Agosto o vocalista da banda Kurt Cobain é internado no hospital Cedars-Sinai de Los Angeles, para tratamento de desintoxicação, numa tentativa de se livrar do vício em heroína que o atormentava.

Em 18 de Agosto, nasce Frances Bean Cobain, filha de Kurt. Love dá à luz no mesmo hospital em que Kurt estava internado desde o começo do mês para se desintoxicar.

Em 09 de Setembro, a banda se apresenta ao vivo na cerimónia de entrega dos MTV Awards em Los Angeles. A emissora proíbe a banda de tocar uma música nova, “Rape Me”, por conter a palavra “estupro”. Já no palco, Kurt chega a tocar os primeiros acordes dela, no entanto acaba por mudar para “Lithium”.

Em 11 de Setembro, sem ver o pai pessoalmente desde meados da década de 80, Kurt se encontra com Don Cobain nos camarins de um concerto dos Nirvana, no Coliseum de Seattle. Uma reunião fria e tensa. Kurt diz ao pai que não o odeia mais, e coloca isso na música “Serve the Servants”, gravada no ano seguinte.

Nos dias 24 e 25 de Outubro, no estúdio Word of Mouth (novo nome dos Reciprocal Studios), em Seattle, a banda grava com o produtor Jack Endino as bases de músicas para o próximo álbum. Em 30 de Outubro, visita a América do Sul pela primeira vez e faz um show na Argentina, no estádio do Vélez Sarsfield, em Buenos Aires. A plateia de 50 mil pessoas, ansiosa por ver o Nirvana, vaiam o concerto de abertura da banda americana feminina Calamity Jane, convidada para a viagem. Quase como pequena vingança a banda na sua apresentação toca várias músicas desconhecidas e deixa o grande sucesso “Smells Like Teen Spirit” de fora. Esse concerto foi classificado por Novoselic como o “eterno ensaio”.

Em 15 de Dezembro, é lançado o disco Incesticide pela DGC/Geffen, para encobrir a ausência de um álbum com músicas inéditas em 1992. O disco é uma coletânea de faixas lançadas em compacto ou registradas em fitas demo, desde os tempos da Sub Pop. Alcançou boas vendas e o anúncio do disco para a imprensa foi escrito pelo próprio Kurt Cobain.

Janeiro de 1993 chega e a banda visita o Brasil. A banda faz dois shows no festival Hollywood Rock, o primeiro em São Paulo, no estádio do Morumbi no dia 16. Depois de uma apresentação totalmente inusitada para um público de mais de 100 mil pessoas, o maior da história da banda, Kurt Cobain e Courtney Love decidem curtir as loucuras da noite de São Paulo juntamente com o cantor punk brasileiro João Gordo e outros amigos. Gordo havia conhecido Dave Grohl anteriormente em um festival de música na Holanda e essa foi a chave para o cantor se enturmar com toda a banda. No dia 22, o Nirvana já estava no Rio de Janeiro e ensaia e grava algumas demos nos estúdios da BMG. O improviso “Gallons of Rubbing Alcohol Flow Through the Strip” acabaria lançado como faixa-bônus nas versões não-americanas do álbum In Utero.

Dia 23 foi o dia do show na Praça da Apoteose do Sambódromo do Rio. Com um set-list imenso, o concerto começou com Sliver, Drain You e Breed na sequência, mas a meio da apresentação Kurt entusiasmou-se e durante a até então inédita Scentless Aprentice desceu do palco, cuspiu nas câmeras da Rede Globo que transmitia o evento e simulou masturbação diante delas. No fim do show, Cobain, visivelmente esgotado, saiu do palco engatinhando. Bandas como Alice in Chains, L7 e Red Hot Chili Peppers também tocaram no Hollywood Rock.

Courtney Love lembra que a última vez que viu Kurt sorrindo de verdade, foi enquanto estiveram no Brasil. O casal pulou de asa-delta, descobriu as bizarrices do centro de São Paulo, Kurt deu entrevistas para fanzines e pôde trocar de instrumentos durante o show na capital paulista (show que até hoje não é circulado na íntegra, e por isso é um dos mais procurados pelos fãs da banda), além do tradicional quebra-quebra de instrumentos promovido pelo vocalista, em um show completamente fora dos padrões. Apesar dessa informação de Courtney, Cobain sofria muito com a abstinência da heroína, pois no Brasil a droga não era facilmente encontrada.

De volta aos Estados Unidos, entre os dias 14 e 24 de Fevereiro sessões do álbum In Utero foram gravadas nos Pachyderm Studios, montados pelo produtor e músico Steve Albini em uma casa em Cannon Falls, um lugarejo de cerca de 3000 habitantes ao norte de Minneapolis, Minnesota.

Em 23 de Março, o vocalista da banda Kurt Cobain e sua esposa ganham o litigio que tinha com a justiça, que lhes restabelece a guarda da filha e libera o casal da obrigação de fazer testes de detecção de droga no sangue. De Abril a Maio, a partir de reportagens do jornal Chicago Tribune e da revista Newsweek, cria-se a polêminca de que a gravadora Geffen achou péssimo e pouco comercial o material de In Utero, gravado em Fevereiro com Albini. O próprio Albini faz afirmações de que a gravadora pressiona a banda a refazer as músicas ou, pelo menos, deixá-las mais “apresentáveis” ou profissionais. A banda faz um comunicado garantido que não sofre interferência artística da Geffen. Mesmo assim, “Heart-Shaped Box” e “All Apologies” são remixadas por Scott Litt, produtor que trabalhou com os R.E.M.

Entre Maio e Julho, Kurt e Courtney enfrentam alguns problemas de ordem pessoal. Em 02 de Maio Kurt sofre de uma overdose de heroína em sua casa em Seattle. Uma medicação de emergência aplicada por Courtney impede sua morte. Em 04 de Junho, Kurt é detido por três horas pela polícia de Seattle após uma briga caseira com a esposa. O pivô da discussão: as armas que Cobain tinha em casa. A discussão alerta a vizinhança, que chama a polícia. Kurt é acusado de agressão física a Courtney. Em 23 de Julho, Kurt sofre outra overdose, desta vez em um hotel em Nova York. Novamente os primeiros socorros de Courtney salvam a sua vida.

Finalmente, em Setembro, o álbum In Utero é lançado. No dia 14 o vinil estava nas lojas. A versão em CD só chegaria no dia 21. As cadeias de supermercados Wal-Mart e Kmart ameaçam não vender o disco por causa da música “Rape-Me” (Estupre-Me) e pelos fetos que aparecem na ilustração da contracapa. A banda e a Geffen providenciam uma versão mais “suavizada”. Kurt concorda, e diz que faria as alterações sem maiores crises – “Quando criança, um dos poucos lugares que eu podia freqüentar era o Wal-Mart. Acredito que ainda hoje existem crianças que crescem assim. Quero que elas possam comprar meu disco”, argumentou Cobain.

Com toda a expectativa dos fãs por um material novo do Nirvana, In Utero entra diretamente em primeiro lugar na parada de álbuns da Billboard. Alcança um milhão de cópias vendidas em dois meses nas lojas.

Em 25 de Setembro, Pat Smear (nascido em 1959, Pat foi ex-membro da banda de hardcore Germs durante o final da década de 70) estréia oficialmente como segundo guitarrista do Nirvana na apresentação ao vivo no programa de TV Saturday Night Live. Kurt e Courtney haviam desenvolvido grande amizade por Pat. Contudo, o principal motivo de Smear ter sido escalado como segundo guitarrista, foi devido a uma decisão do próprio Kurt, que àquela altura estava bastante focado em aprimorar seus vocais e se livrar um pouco do peso (nos dois sentidos) da guitarra em performances ao vivo. Em alguns shows, Kurt literalmente jogava a guitarra no chão e se mostrava um verdadeiro cantor – Cobain visivelmente gostava daquele diferente jeito de se apresentar.

Durante a digressão de In Utero pela Europa os Nirvana visitam Portugal a 6 de Fevereiro de 1994 para um concerto no Pavilhão Dramático na cidade de Cascais .

Fim da banda:

Em 1994 a banda faz nova turnê pela Europa. Em 1º de março ocorre o último show do Nirvana. É no Terminal Einz em Munique, Alemanha. Cobain parece estafado, visivelmente com a voz desgastada, e ainda determina férias instantâneas. Shows marcados para os dias 2 e 3 são cancelados e, depois, adiados para abril, quando a turnê européia teria sua segunda parte. Cobain vai para Roma, Itália, para descansar e se encontrar com Courtney Love. Courtney chega a Roma no dia 3 e encontra Kurt no Hotel Excelsior. O casal passou várias semanas sem se ver. As expectativas de Kurt pelo reencontro levam um banho de água gelada quando Courtney diz que está exausta e quer dormir. Quando ela acorda na manhãzinha do dia 4, Kurt está no chão, com o nariz sangrando. Ele havia tomado champanhe e cerca de 50 pílulas do tranqüilizante Rohypnol. Kurt deixa uma carta de despedida com três folhas, caracterizando a tentativa de sucídio. Mas, oficialmente, o fato é divulgado como uma dose excessiva e acidental de medicamentos. Na carta, Kurt diz que Courtney não o ama mais, e que ele preferia morrer a passar por mais um divórcio (o primeiro foi o de seus pais). Internado no hospital Umberto I, Kurt sai do coma no dia 5 e é transferido para o American Hospital, também em Roma. Recebe alta no dia 8 e volta para os EUA no dia 12.

Em 18 de março, Courtney chama a polícia de Seattle porque Kurt se trancou em um quarto da casa com um revólver. Os policiais conversam com ele, que afirma querer apenas ficar longe da esposa. Quatro armas que Cobain tem na casa são confiscadas. No final do mês, o consumo de heroína de Cobain estava nitidamente descontrolado. Ele perambula pela cidade para comprar droga e se injetar. Traficantes começam a mandar Kurt se aplicar em outra freguesia, com medo que ele morra de overdose e cause suas prisões. Familiares e amigos de Kurt fazem uma reunião para pressioná-lo a deixar seu vício. A reação de Kurt é achar que todos passaram a ser seus inimigos e ele não tem mais ninguém no mundo. Mesmo assim, ele acaba concordando em se internar na Exodus, uma clínica de desintoxicação em Los Angeles. No dia 30 daquele mesmo mês, Kurt pede que seu amigo Dylan Carlson compre um revólver para ele, dizendo que a polícia confiscou suas armas e ele queria ter uma proteção contra invasores. Depois da compra, Cobain viaja de Seattle para Los Angeles e se interna na clínica.

Em 1º de abril, depois de dar um telefonema para Courtney Love, Cobain foge da clínica no começo da noite, escalando o muro. Pega um avião e volta para Seattle. Nos dias seguintes, circula sorrateiramente pela cidade comprando mais heroína e se drogando. Ninguém que tenta encontrá-lo consegue descobrir seu paradeiro. O dia 5 de abril, pelos exames dos legistas, é a data de suicídio de Kurt Cobain. Kurt injeta uma dose tão grande de heroína que já bastaria para causar sua morte. Mas completa o seu intento com a arma que Dylan Carlson comprara uma semana antes. Cobain se mata com um tiro na boca, no sótão de sua casa em Seattle. No dia 8 de abril, o corpo de Kurt é achado por um eletricista que faria uns serviços na casa, e o mundo toma conhecimento de sua morte. Um bilhete de adeus, mais curto que o escrito em Roma um mês antes, é encontrado ao lado do cadáver, e marca o fim de uma vida talentosa, porém problemática – como marca o fim de uma das maiores bandas de rock de todos os tempos.

Com o fim do Nirvana, cada um seguiu para um canto, mas Krist Novoselic e Dave Grohl seguiram próximos para defender os interesses do material gravado pela banda. Deram trato final à coletânea de vídeos Live! Tonight! Sold Out! (que Kurt já vinha preparando em seu último ano de vida) e organizaram em 1996 o álbum ao vivo From the Muddy Banks of the Wishkah. No ano de 2002, os músicos também participaram da concepção da coletânea Nirvana, que reúne a faixa até então inédita “You Know You’re Right” e outras de sucesso da banda.

Uma caixa de CDs e DVD com uma grande seleção de músicas raras e inéditas acabou saindo em 2004 – With the Lights Out foi organizada pela facção Novoselic-Grohl depois de anos emperrada por Courtney Love.

Sobre carreiras, Dave Grohl gravou suas composições em 1995 para um projeto solo que virou a banda Foo Fighters, em que é guitarrista e vocalista. Pat Smear se juntou a Grohl nos primeiros anos da banda e retornou recentemente para a realização de alguns shows. O Foo Fighters não toca músicas do Nirvana, com exceção de “Marigold”, de autoria do próprio Grohl, gravada pelo Nirvana e lançada no single de “Heart-Shaped Box”.

Krist Novoselic demorou mais para sair da reclusão artística. Em 1997, lançou o álbum Sweet 75. O Sweet 75 era a dupla que Krist formara com a exótica cantora venezuelana Yva Las Vegas. Yva conseguiu a proeza de animar a festa de aniversário de Novoselic em maio de 1994, um mês depois da morte de Cobain. Mas o Sweet 75 acabou em 1998, por atritos pessoais. Krist passou a se dedicar mais a causas que envolvessem política e música. Em 2002 formou a banda Eyes Adrift, juntamente com o ex-baterista do Sublime, Bud Gaugh, e o guitarrista do Meat Puppets, Curt Kirkwood. A banda lançou um disco Eyes Adrif no mesmo ano e desintegrou-se pouco depois. Em 2004, Krist lançou o livro “Of Grunge and Government: Let’s Fix this Broken Democracy!”. Desde 2006, Krist voltou como baixista da banda Flipper. Realizou novas turnês com o grupo e atualmente a banda se prepara para o lançamento de um novo álbum.

Integrantes:

  • Kurt Cobain – vocal e guitarra

  • Krist Novoselic – baixo

  • Dave Grohl – Bateria e backing vocals

  • Outros integrantes:

    • Aaron Burckhard – bateria (1987)

    • Dale Crover – bateria (1987-1988, 1990)

    • Jason Everman – guitarra (1989)

    • Chad Channing – bateria (1988-1990)

    • Dan Peters – bateria (1990)

    • Pat Smear – guitarra (1993-1994)

    • Greg Hokanson – Bateria

    • Mike Dillard – Bateria

    • Buzz Osborne – Baixo

    • Dave Foster – Bateria

    Leiam

  • Come As You Are – The Story of Nirvana, de Michael Azerrad, Virgin Books, Reino Unido, 1996.

  • Heavier Than Heaven – A Biography of Kurt Cobain, de Charles R. Cross, Hyperion, EUA, 2001; Editora Globo, Brasil, 2001.

  • On the Road to Nirvana, de Gina Arnold, Pan Books, Reino Unido, 1995.

  • Fragmentos de uma Autobiografia, de Marcelo Orozco, Editora Conrad, Brasil, 2002.

  • Anúncios

    Sobre Josi Vice

    Moro em Recife, Pernambuco, onde nasci a 11 de outubro de 1985. Sou latino americano pós- moderno, poeta, cínico, dark, emocional e cerebral, um caranguejo com cerébro pós- Chico, um Nietzscheano sem Nietzsche, com delírios de poeta intelectualóide. Escrevo poesia desde os 15 anos. Sou fissurado em Hentai, Slipknot e Rock´n´Roll e em Literatura, Pop ou qualquer música de boa qualidade. Também adoro navegar pela net e pesquisar na web. Amo ler revistas e artigos, principalmente se for de culura. Esse cara sou eu. Nome real: Josafá César da Silva, mas prefiro Josi Vice ou Joker Vice ou César Vice. Signo: Libra Bandas e cantores preferidos: Slipknot, Beatles, Sex Pistols, Marilyn Manson, Cazuza, Legião Urbna, Elvis Presley, Silver Chair, Echo & The Bunnymen, The Cult, Southern Death Cult, Depeche Mode Poetas Preferidos: Fernando Pessoa, Camões, Marcos Henrique, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Álvares de Azevedo, Augusto dos Anjos, Allen Ginsberg Escritores favoritos: Nietzche, Machado de Assis, Paulo Coelho, Clarah Averbuck, Franz Kafka, Clarice Lispector e John Fante
    Esse post foi publicado em alternativo, bandas, bandas de rock, Bandas dos Estados Unidos da América, Biografia, Blog, Blogalização, Cultura, grunge, História cultural, História Musical, Música, Nirvana, Pop, Rock, Rock Alternativo, Rock internacional, Rock´n´roll, rockstars, Roqueiros e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

    Uma resposta para Nirvana

    1. gleydson disse:

      esse foi 1 dos melhores sites que j vi .vcs stao de parabens muito massa….

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s