Ramones

  •  Joey Ramone – vocal (1974-1996) 

Joey Ramone, nome artístico de Jeffry Ross Hyman (19 de maio de 1951 — 15 de abril de 2001) foi um vocalista norte-americano e letrista, sendo seu trabalho mais conhecido a banda de punk rock Ramones. Junto com seu companheiro de banda Johnny Ramone (John Cummings), foram os únicos membros que permaneceram desde o início da banda até o fim 1996.

Joey morreu de linfoma em 15 de abril de 2001, no Presbyterian Hospital da cidade de Nova Iorque. Ele aparentemente conviveu com linfoma durante cerca de 4 anos, já que ele foi examinado numa clínica especializada em câncer em meados dos anos 90.

  • Johnny Ramone – guitarra (1974-1996)

Morreu em decorrência de um câncer de próstata em 15 de setembro de 2004, em Los Angeles. Ele lutava contra a doença desde 1999.

  • Dee Dee Ramone – baixo (1974-1989)

Foi encontrado morto em sua casa em Hollywood em 5 de junho de 2002, devido a uma overdose de heroína.

  • Elvis Ramone – bateria (1987-1987)

Apresentou-se com a banda em duas ocasiões: 28 de agosto de 1987, em Providence, Rhode Island, e 29 de agosto de 1987.

  • Marky Ramone – bateria (1978-1983; 1987-1996)

Em 1983 Marky foi forçado a abandonar a banda por causa dos problemas com o álcool. Em 1987 ele volta a ocupar o lugar de baterista após estar recuperado do alcoolismo.

  • CJ Ramone – baixo (1989-1996)

Substituiu Dee Dee Ramone

  • Tommy Ramone – bateria (1974-1978)

Após a gravação do terceiro disco Tommy deixou a bateria e virou produtor da banda.

  • Richie Ramone – bateria (1983-1987)

Substituiu Marky Ramone na bateria. Deixou a banda pois queria casar-se e alegando não receber participação nos lucros das vendas de camisetas e não suportar o autoritarismo de Johnny Ramone.

 

Influências da Banda Ramones:

Os Ramones, em especial Joey e Johnny, tiveram diversas influências, a maioria da época de 70. Desde pequenos admiravam bandas como Beatles, Stones, The Doors e The Who, além dos ídolos rockabilly, como Turtles, Ventures, Kinks, Trashmen e Elvis Presley.

Decepcionados com o fim dos Beatles e com os Stones e The Who, que estavam se afastando cada vez mais da fúria de seu som original, voltaram-se para o que havia de mais radical na época: Stooges, MC5, e as glitter-bands de David Bowie, New York Dolls e T-Rex.

Influênciados pelo Punk dos Ramones:

Diversas bandas têm os Ramones como principal influência. Seus primeiros concertos na Inglaterra, influenciaram grandes nomes do Punk Rock, como os Sex Pistols e The Clash. Influenciaram támbem grandes nomes do Punk e do Hard Core, como Bad Religion, Black Flag, Dead Kennedys e Social Distortion.

Outras bandas que foram influenciadas foras as da cena post-punk, como The Smiths e The Cure, entre outras.

Também bandas de pop-punk como The Vindictives, The Queers, The Mr. T Experience e The Beatnik Termites tiveram os Ramones como principal influência, e algumas dessas bandas regravaram os álbuns: Ramones, Leave Home, Rocket to Russia, Road to Ruin, e Pleasant Dreams.

Em 1990, os Ramones já recebiam tributos (o primeiro deles, intitulado Gabba Gabba Hey!), e a música composta por Lemmy do Motörhead, R.A.M.O.N.E.S.. O tributo We’re A Happy Family (considerado o tributo maior da banda) destaca grandes nomes do rock, como Metallica, U2, Green Day, Offspring e Kiss. Os Ramones tiveram mais diversas homenagens, tributos e viraram até musical. Intitulado “Gabba Gabba Hey”, a peça estreou na Austrália e tem ambição de entrar em cartaz na Brodway.

Albuns Ramones:

  • Ramones (maio de 1976)

  • Leave Home (janeiro de 1977)

  • Rocket to Russia (novembro de 1977)

  • Road to Ruin (setembro de 1978)

  • End of the Century (janeiro de 1980)

  • Pleasant Dreams (julho de 1981)

  • Subterranean Jungle (fevereiro de 1983)

  • Too Tough to Die (outubro de 1984)

  • Animal Boy (maio de 1986)

  • Halfway to Sanity (setembro de 1987)

  • Brain Drain (maio de 1989)

  • Mondo Bizarro (setembro de 1992)

  • Acid Eaters (dezembro de 1993)

  • Adios Amigos (julho de 1995)

    • It’s Alive (1979)

    Gravado ao vivo no Rainbow Theatre, Londres, em 31 de dezembro de 1977, mas lançado apenas em 1979, foi o primeiro álbum ao vivo da banda e o único com o baterista Tommy Ramone até o ano de 2003, quando foi lançado o NYC 1978.

    • Loco Live (1991)

    Gravado ao vivo em Barcelona, durante a turnê Brain Drain.

    • Greatest Hits Live (1996)

    Gravado em 29 de fevereiro de 1996, no The Academy, em Nova Iorque.

    • We’re Outta Here! (1997)

    O último concerto dos Ramones, realizado em 6 de agosto de 1996 no The Palace, em Los Angeles.

    Curiosidades sobre os Ramones:

    • As quatro primeiras músicas compostas pelos Ramones continham a expressão “I Don’t“: “I Don’t Get Involved With You“, “I Don’t Wanna Go Down To The Basement“, “I Don’t Wanna Walk Around With You” e “I Don’t Wanna Be Learned, I Don’t Wanna Be Tamed.”

    • A maior alavanca para o sucesso tardio dos Ramones foi a inclusão da faixa Pet Sematary do disco Brain Drain na trilha sonora do filme de mesmo nome de Stephen King. Grande fã dos Ramones, o próprio King foi responsável pela indicação da banda. No Brasil o filme recebeu o título de Cemitério Maldito. Na continuação do filme, Pet Sematary II, a música tema é Poison Heart, do disco Mondo Bizarro.

    • A música Carbona Not Glue (que fala sobre garotos em uma fábrica de produtos tóxicos que ficavam cheirando um material volátil como se fosse cola) foi considerada de mau gosto e proibida nos Estados Unidos logo após ser lançada na primeira edição do disco Leave Home. Após a proibição, em todas as edições seguintes a música foi substituida por uma versão de Sheena Is a Punk Rocker gravada em um estúdio de rádio. A versão original do disco contendo a música Carbona Not Glue é bastante rara, tendo sido impressas apenas 50 mil cópias.

    • Mais tarde a música proibida Carbona Not Glue foi gravada em uma versão americana do disco Loco Live. A faixa não consta do encarte, estando escondida após a faixa Pet Sematary.

    • Pela primeira vez os Ramones abordam um tema sério e polêmico na música My Brain Is Hanging Upside Down (Bonzo Goes To Bitbug). Trata-se também de uma das músicas de arranjo mais complexo e melhor produção. A letra critica o ex-presidente americano Ronald Reagan por ter visitado e prestado honras a uma sepultura de herois de guerra nazistas.

    • Os Ramones participaram de um episódio do desenho animado The Simpsons. No desenho a banda é contratada para tocar o parabéns-a-você no aniversário do patrão de Homer, Sr. Burns.

    • Quando o câncer de Joey foi diagnosticado, em 95, os médicos estimavam que ele viveria somente de três a seis meses. Ele viveu mais seis anos.

    • Johnny só entrava em turnê levando um velho rádio AM, para acompanhar os jogos de seu time favorito, o New York Yankees.

    • Johnny é o mais organizado da banda, ele tem tudo anotado, aparições na tv, entrevista, shows, etc.

    • Dee Dee colecionava tudo relacionado a guerras: capacetes, cápsulas de balas, armas etc. Filho de um oficial do exército americano, morou em Berlin e cresceu em meio aos escombros da cidade.

    • Marky é filho de pais liberais, tanto é que uma vez participou de manifestações pelos direitos civis que aconteceram nos E.U.A em 1964.

    • Os Ramones têm uma grande influência, principalmente no meio musical, mas também no campo das ciências: em 1997, quatro espécies de trilobitas foram batizadas por Adrain & Edgecombe em homenagem a membros da banda: Mackenziurus johnnyi, Mackenziurus joeyi, Mackenziurus deedeei, e Mackenziurus ceejayi.

     

    Sobre Josi Vice

    Moro em Recife, Pernambuco, onde nasci a 11 de outubro de 1985. Sou latino americano pós- moderno, poeta, cínico, dark, emocional e cerebral, um caranguejo com cerébro pós- Chico, um Nietzscheano sem Nietzsche, com delírios de poeta intelectualóide. Escrevo poesia desde os 15 anos. Sou fissurado em Hentai, Slipknot e Rock´n´Roll e em Literatura, Pop ou qualquer música de boa qualidade. Também adoro navegar pela net e pesquisar na web. Amo ler revistas e artigos, principalmente se for de culura. Esse cara sou eu. Nome real: Josafá César da Silva, mas prefiro Josi Vice ou Joker Vice ou César Vice. Signo: Libra Bandas e cantores preferidos: Slipknot, Beatles, Sex Pistols, Marilyn Manson, Cazuza, Legião Urbna, Elvis Presley, Silver Chair, Echo & The Bunnymen, The Cult, Southern Death Cult, Depeche Mode Poetas Preferidos: Fernando Pessoa, Camões, Marcos Henrique, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Álvares de Azevedo, Augusto dos Anjos, Allen Ginsberg Escritores favoritos: Nietzche, Machado de Assis, Paulo Coelho, Clarah Averbuck, Franz Kafka, Clarice Lispector e John Fante
    Esse post foi publicado em alternativo, bandas, bandas de rock, Bandas dos Estados Unidos da América, Biografia, Blog, Blogalização, Cantores, Cultura, História cultural, História Musical, Música, Movimentos de juventude, Pop, Punk, Punk rock, ramones, Rock, Rock Alternativo, Rock internacional, Rock´n´roll, rockstars, Roqueiros, vocalistas e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

    Deixe uma resposta

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s