J-Rock, o Rock Japonês

Visual Kei atualmente

O Visual Kei é um estilo sempre em expansão. Muitas das bandas estão começando a tocar fora do Japão. Bandas como Dir en Grey(apesar deste não fazer mais parte do movimento Visual kei), MUCC, Moix dix Mois, D’espairs Ray etc, fizeram tours européias.

Pop Japonês, Japanese Pop ou J-pop é um gênero musical japonês. Na verdade, nada mais é do que o estilo musical conhecido como pop, mas com características regionais do oriente, mais especificamente do Japão.
Uma de suas peculiaridades está nos instrumentos musicais utilizados, pois, algumas vezes instrumentos modernos, como bateria e guitarra, são usados junto com instrumentos tradicionais japoneses (ou mesmo ocidentais). Claro que, em todos os locais do mundo, os artistas sempre incorporam, de uma forma ou de outra, seja através das letras, ou simplesmente adicionando um ou dois instrumentos locais a suas composições, um pouco da cultura do seu país de origem. Porém, o J-pop tem características muito marcantes, diferenciando e destacando-o muito mais do estilo POP propriamente dito.
Voltando ao assunto dos instrumentos: o uso deles é tão variado e original que, muitas vezes podem ser classificados como experimental. Em verdade, é essa originalidade que atrai muitos ocidentais para o mundo do pop japonês, uma vez que seus artistas fazem um som bem diferenciado e, com certeza, priorizando muito mais a criativade.
Também podemos citar a banda Garnet Crow, que usa os seguintes instrumentos: duas guitarras, um violão, um baixo, uma bateria, dois teclados (um com som de piano e outro para sons variados). Isso sem contar, é claro, com a voz da vocalista e de três cantoras de apoio.
Sons tradicionais como Taiko, muito característico do oriente, também são encontrados na maioria das musicas produzidas pelas bandas de J-Pop. O contraste entre o novo e o velho também é adaptado, ou seja, embora usem instrumentos tradicionais que geralmente são encontrados em outro estilo musical, não é apenas um Remix mas sim uma nova utilização. É uma re-leitura de instrumentos clássicos, com outras utilizações.
Em contratempo, existe uma preocupação muito alta no que se refere a indumentária desses “personagens”. Suas roupas muito bem produzidas, sempre com marcas pessoais, a busca pela inovação e pelo apelo visual também servem como parametro de diferenciação para o Pop tradicional ou ocidental.

 

Japanese rock

Japanese rock é não só uma forma de música quanto um nicho musical que abriga vários estilos, frequentemente abreviada para Jr-Rock da mesma forma que o J-Pop é usado como abreviatura de Japanese Pop. J-Rock é, obviamente, uma das formas mais populares de música no Japão.
O J-Rock tem grande impôrtancia social no Japão tanto pela pluralidade de estilos que abriga quanto pelo papel transformador que desempenhou, rompendo com convenções e com a desindividualizaçào que caracterizaram o país depois da Segunda Guerra Mundial. Pode-se dizer que a diferença entre o j-rock (forma abreviada) e o rock ocidental se dá através das misturas encontradas nos repertórios de cada banda, sendo muitas vezes impossível classificar uma banda em um só estilo levando em conta a constante mudança sonora de seus trabalhos. Dentro do cenário j-rock encontramos uma vertente muito interessante e ainda um tanto quanto desconhecida no ocidente, chamada Visual kei, um movimento musical que mistura vários estilos musicais, onde as bandas abusam de roupas e maquiagens elaboradas e perfomances extravagantes, e cuja ideologia inicialmente os levava a tentar mudar a a visão da sociedade. Daí vem o lema da banda X Japan: “Psicodelic violence, crime of visual shock”.

Visual Keiヴィジュアル系 vijuaru kei?
( Literalmtente “linhagem visual”

Movimento musical que surgiu no Japão aproximadamente na década de 1980. Tinha a finalidade de transmitir ao público que as pessoas deviam dar mais importância a habilidades inatas e recursos do coração e mente para entreter a si mesmos e aos outros, através da expressão artística.
Cabelos pintados e penteados de forma extravagante, roupas, maquiagens, acessórios, encenações trágicas/dramáticas, recorrendo muitas vezes ao simbolismo para ter uma idéia do que eles queriam representar. Sendo assim, tudo é pensado cuidadosamente antes de lançarem um single/album. Algumas bandas criam histórias e os membros representam personagens, portanto é errado quando se pensa que o Visual Kei exista fora dos palcos. No Japão, a maioria que vai assistir espetáculos de bandas Visual Kei são mulheres.

X Japan parece ser a banda que iniciou isto tudo. Formado em 1982 por Yoshiki Hayashi, compositor, baterista e pianista, e Toshimitsu Deyama, vocalista, a banda pode ser vista não como catalisadora do movimento, mas como mecanismo para inserir o estilo na cultura popular japonesa dominante.

Bandas do início dos anos 1990, como Die in Cries, Luna Sea, Zi:Kill, Shazna, e Baiser, junto com as anteriores Buck-Tick e X Japan, deram o pontapé inicial para um “boom” do Visual Kei na mídia de massa, mas a verdade é que ainda é um estilo muito underground e dos menos valorizados pela sociedade japonesa.

Os ocidentais muitas vezes confundem bandas Visual Kei com bandas góticas por causa da maquilhagem e da roupas às vezes similar, mas a maioria dos góticos japoneses não consideram Visual Kei como gótico, e há pouco contacto cultural entre fãs de Visual Kei e góticos japoneses.

***************************************************************

Mais Sobre Visual Kei?

https://escoladorock.wordpress.com/2008/03/25/visual-kei/

Sobre Josi Vice

Moro em Recife, Pernambuco, onde nasci a 11 de outubro de 1985. Sou latino americano pós- moderno, poeta, cínico, dark, emocional e cerebral, um caranguejo com cerébro pós- Chico, um Nietzscheano sem Nietzsche, com delírios de poeta intelectualóide. Escrevo poesia desde os 15 anos. Sou fissurado em Hentai, Slipknot e Rock´n´Roll e em Literatura, Pop ou qualquer música de boa qualidade. Também adoro navegar pela net e pesquisar na web. Amo ler revistas e artigos, principalmente se for de culura. Esse cara sou eu. Nome real: Josafá César da Silva, mas prefiro Josi Vice ou Joker Vice ou César Vice. Signo: Libra Bandas e cantores preferidos: Slipknot, Beatles, Sex Pistols, Marilyn Manson, Cazuza, Legião Urbna, Elvis Presley, Silver Chair, Echo & The Bunnymen, The Cult, Southern Death Cult, Depeche Mode Poetas Preferidos: Fernando Pessoa, Camões, Marcos Henrique, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Álvares de Azevedo, Augusto dos Anjos, Allen Ginsberg Escritores favoritos: Nietzche, Machado de Assis, Paulo Coelho, Clarah Averbuck, Franz Kafka, Clarice Lispector e John Fante
Esse post foi publicado em alternativo, bandas, bandas de rock, Biografia, Blog, Blogalização, Cultura, Cultura japonesa, Estilo de vida, Estilo musical, Estilos do rock, História cultural, história do rock, História Musical, J-Rock, Música, Música japonesa, movimentos, Movimentos de juventude, Rock, Rock internacional, rockstars, Roqueiros, Visual e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

13 respostas para J-Rock, o Rock Japonês

  1. Anninha disse:

    *-* Euu amuu Jrock .

  2. leandro de jesus disse:

    Essas são muito boas eu adoro Jrock conheço vrias bandas boas de Jrock

  3. JULIA disse:

    EU ACHO Q GOTICO É MEIO ESTRANHO MAIS AMO A CULTURA DELES EU SOI METALEIRA SOU BRASILEIRA E GOSTO DE GOTICO

  4. Link disse:

    Eu adoro,amo os Gothic Lolita!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. pulgah disse:

    tah meio bagunçadinha a matéria mas dah pra entender!!!
    eu curto muito jrock ;D

  6. Rafael disse:

    Eu não gosto quando algums amigos meu fala que j-rock ´´e coisa de emo e eu sou metaleiro sou brasileiro e negro e gosto de bandas de j-rock como alice nine the gazette antique café Nightmare e de metal como deathgaze Maximum the Hormone e nao gosto quando falam que isso é coisa de emo e odeio emo

  7. Rafael disse:

    Eu não gosto quando algums amigos meu fala que j-rock ´´e coisa de emo e eu sou metaleiro sou brasileiro e negro e gosto de bandas de j-rock como alice nine the gazette antique café Nightmare e de metal como deathgaze Maximum the Hormone e nao gosto quando falam que isso é coisa de emo e eu odeio emo

  8. Rafael disse:

    Eu não gosto quando algums amigos meu fala que j-rock ´´e coisa de emo e eu sou metaleiro sou brasileiro e negro e gosto de bandas de j-rock como alice nine the gazette antique café Nightmare e de j-metal como deathgaze Maximum the Hormone e nao gosto quando falam que isso é coisa de emo e eu odeio emo

  9. Hime Chan disse:

    Adoro j-rock.Mto legal conhecer mais sobre o assunto ^^

  10. Henrique disse:

    Eu amo o japão e rock jrock rock rio 2014 eu vou

  11. larry ap disse:

    ola eu so gotica gosto de ser e nao ligo com q os outros falao
    fico na minha importante e q so como sou curto rock tambem
    i eiso ai falo

  12. muito legal so muda a foto do fundo

  13. Josi Vice disse:

    Não mudo a foto de fundo. Obrigado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s