Keith Richards

Keith Richards (Dartford, Inglaterra, 18 de dezembro de 1943) é um músico, compositor, guitarrista britânico e junkie, considerado um dos grandes nomes do rock do século XX como integrante e fundador dos Rolling Stones.

Keith nasceu durante a Segunda Guerra Mundial e viveu seus primeiros anos sob o ataque dosfoguetes V-1 nazistas sobre sua cidade. Filhos de trabalhadores de fábrica e neto de socialistas e líderes de lutas pelos direitos civis, seu contato com a música veio desde criança, através do avô, integrante de uma big-band de jazz, que fazia shows pela Inglaterra.

Admirador do tipo de música do guitarrista negro americano Chuck Berry, um dos precursores do rock’n’roll, Keith foi o principal responsável pela introdução do rhythm and blues no repertório da banda, que ele desenvolveu com o outro fundador, Brian Jones, introduzindo um som de duas guitarras na linha rítmica dos Stones, fazendo a diferença com o grupo que explodia no mundo todo na época do começo de sua carreira, os Beatles e criando um som mais pesado.

Considerado o maior criador de riffs – refrões musicais – da história do rock e autor de (I Can’t Get No) Satisfaction, o grande hino da carreira dos Stones até hoje – criada durante uma noite insone num quarto de hotel de Los Angeles em 1965 – Richards e seus companheiros de banda Brian Jones, Mick Jagger, Charlie Watts e Bill Wyman, os originais Rolling Stones, estouraram no Reino Unido e em todo o planeta a partir da segunda metade dos anos 60, fazendo uma música crua e de letras provocativas, misturando rock, folk, calypso,pop, soul e gospel, vendendo milhões de discos e arrebatando platéias e fãs em todos os cantos do mundo, quando eram considerados a maior banda rhythm and blues e a segunda maior banda da história, depois de seus eternos rivais-amigos, Os Beatles, a quem faziam o contraponto de “meninos maus”, diferente da imagem de bonzinhos do grupo deLiverpool.

Além de seu trabalho com os Stones, Keith também manteve uma carreira solo paralela, além de gravar com outros artistas como Steve Jordan, Tom Waits, John Phillips, Aretha Franklin, Bono, The Edge e outros.

A ligação com as drogas colocou sua vida particular em evidência na mídia internacional, tendo sido preso várias vezes e internado para tratamentos químicos e sua dependência da heroína quase lhe causa a morte e acaba com sua carreira ainda nos anos 80. Desta parte mais depressiva de sua vida, Richards emergiu curado do vício e casado com a modelo nova-iorquina Patty Hansen, uma das mais famosas e bonitas do mundo na época, com quem tem dois filhos.

Keith tem mais dois filhos, de sua ligação com a atriz e mulher de diversas atividades culturais Anita Pallenberg, sua companheira nos primeiros anos de drogas e loucuras com os Rolling Stones. Reza a lenda que Keith trocou todo o seu sangue numa clinica suíça, para ajudá-lo a se livrar da dependência da heroína que pontuou sua vida durante os anos 60 e 70.

Aos 64 anos e mantendo a mesma postura de guitarrista rebelde, o velho pirata punk do rock Keith Richards ainda roda o mundo em grandes concertos com os Rolling Stones, tendo feito o maior show da história, segundo o Livro Guiness de Recordes, nas areias da praia de Copacabana, Rio de Janeiro, no começo de 2006, para um público estimado de um milhão e cem mil pessoas em um show gratuito, acompanhado por 40 milhões de espectadores ao vivo pela televisão.

Em 2007, Keith fez uma participação especial no filme Piratas do Caribe – O Fim do Mundo, como Capitão Teague, pai do capitão Jack Sparrow, interpretado por Johnny Depp.

 

Sobre Josi Vice

Moro em Recife, Pernambuco, onde nasci a 11 de outubro de 1985. Sou latino americano pós- moderno, poeta, cínico, dark, emocional e cerebral, um caranguejo com cerébro pós- Chico, um Nietzscheano sem Nietzsche, com delírios de poeta intelectualóide. Escrevo poesia desde os 15 anos. Sou fissurado em Hentai, Slipknot e Rock´n´Roll e em Literatura, Pop ou qualquer música de boa qualidade. Também adoro navegar pela net e pesquisar na web. Amo ler revistas e artigos, principalmente se for de culura. Esse cara sou eu. Nome real: Josafá César da Silva, mas prefiro Josi Vice ou Joker Vice ou César Vice. Signo: Libra Bandas e cantores preferidos: Slipknot, Beatles, Sex Pistols, Marilyn Manson, Cazuza, Legião Urbna, Elvis Presley, Silver Chair, Echo & The Bunnymen, The Cult, Southern Death Cult, Depeche Mode Poetas Preferidos: Fernando Pessoa, Camões, Marcos Henrique, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Álvares de Azevedo, Augusto dos Anjos, Allen Ginsberg Escritores favoritos: Nietzche, Machado de Assis, Paulo Coelho, Clarah Averbuck, Franz Kafka, Clarice Lispector e John Fante
Esse post foi publicado em Biografia, Blog, Blogalização, Cultura, Drogas e rock´n´roll, Estilo de vida, Guitarrista, História cultural, história do rock, História Musical, Música, music, Rock, Rock inglês, Rock internacional, Rock´n´roll, rockstars, Roqueiros, Sexo, Drogas e Rock´n´roll e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s